Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



APONTAMENTO

por oligofrénico, em 30.11.09

 Para onde marcha o mundo? O que vai ser
Do pobre que nasceu para servir?
-- Trocaram o sorriso pela espada
E é latente a volúpia de agredir! 

 

O que que os homens querem mais ainda
Além da sua vil mediocridade?
Incêndios, sangue, —- ó cegos visionários
Sem alma e sem noção da realidade!
Tambores e metralhas e clarins
Num cântico sinistro, sem beleza,
-- Embora a vida seja o hálito da morte,
Uma ilusão de límpida saüdade, —
Deixai supor, deixai-vos iludir
De que para viver
Não é preciso matar
Não é preciso mentir!

 

In Pequenas Canções de Cabaret

 


In As Canções de António Botto - Primeiro volume das obras completas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:53

CAVACO NO SEU MELHOR

por oligofrénico, em 30.11.09

"O Presidente da República português, Cavaco Silva, apelou hoje a uma atitude exigente dos chefes de estado e de governo presentes na XIX Cimeira Ibero-Americana para que o diálogo possa ser traduzido em acções concretas." (SOL online)

 

Acções concretas.

São o que o nosso querido presidente

tem protagonizado ao longo

do seu glorioso mandato.

 

 

M. Pinto

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:41

BIBI: O SUPER PEDÓFILO

por oligofrénico, em 25.11.09

"O julgamento do processo de pedofilia da Casa Pia, que decorre no Tribunal de Instrução Criminal, no Campus da Justiça de Lisboa, completa hoje cinco anos, podendo durar ainda "bastante mais tempo", segundo um advogado."

 

O desfecho provável:

o Bibi enrabou os miúdos

e foi enrabado pelos camaradas

da pouca-vergonha.

Tanto tempo

para um desfecho mais

que anunciado:

"Vergonha de nós todos".

 

M. Pinto

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:34

[EU QUERIA TER O TEMPO E O SOSSEGO SUFICIENTES]

por oligofrénico, em 21.11.09

 "Eu queria ter o tempo e o sossego suficientes
Para não pensar em cousa nenhuma,
Para nem me sentir viver,
Para só saber de mim nos olhos dos outros, reflectido."

 

Alberto Caeiro
 

 



 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:38

INTERFERÊNCIAS

por oligofrénico, em 21.11.09

"O Presidente da República lembrou hoje que o chefe de Estado está "como que impedido" pelo princípio da separação de poderes de falar em público sobre processos judiciais, podendo qualquer comentário ser entendido como uma interferência." (DN online)

 

No fundo, o nosso querido presidente

veio dizer-nos que,

por causa da especificidade do seu cargo,

não pode interferir em nada.

Não é original.

O américo tomás já o fazia.

 

 

M. Pinto

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:24

O ORÁCULO DA MARMELEIRA

por oligofrénico, em 16.11.09

No ponto contraponto.

O grande pacheco -

não o luís, mas o josé.

Orienta-nos o pensamento

e as ideias.

Por causa da liberdade.

E não sendo de trancoso

também faz previsões e

antevisões.

Por causa da liberdade.

Gosto.

Mas prefiro os fedelhos...

 

M. Pinto

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:49

IMAGINAÇÃO LIBIDINOSA

por oligofrénico, em 13.11.09

 “"Porque se duas pessoas do mesmo sexo se podem casar não há razão para proibir o casamento a termo certo (5, 10, 20 anos) ou o casamento poligâmico (um homem e três mulheres, uma mulher e dois homens)".

Maria José Nogueira Pinto, "Diário de Notícias", 12-11-2009

 

Desconhecia a imaginação

libidinosa da Maria -

ex-deputada do CDS-PP;

e pelos vistos ex-conservadora.

Nem o Larry Flint!

 

M. Pinto


 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:26

MUROS

por oligofrénico, em 12.11.09

Há vinte anos houve

um muro que caiu em Berlim.

Houve festa.

Há vinte anos houve

um muro que caiu na minha aldeia.

Não houve festa.

 

M. Pinto

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:00

O NOSSO QUERIDO PACHECO

por oligofrénico, em 06.11.09

"José Pacheco Pereira afirmou que “quando se verifica a existência de uma rede tentacular em empresas públicas, que são em última instância responsabilidade dos primeiros responsáveis políticos, ministros e secretários de Estado”, existe “responsabilidade política nos governantes que fizeram as escolhas políticas para a gestão dessas empresas”. (I online)

 

No fundo,

lá bem no fundo,

o que este arrazoado

quer dizer, é que

o pacheco não gosta

de "polvo à sucateiro".

Só se for "à casa".

Presumo eu.

 

M. Pinto

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:33


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

subscrever feeds