Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



"BERARDO AND FRIENDS"

por oligofrénico, em 05.01.08

A Caixa Geral de Depósitos, uma instituição bancária conservadora, com grandes problemas de funcionamento, essencialmente ao nível do atendimento do público, empresta dinheiro para as pessoas comprarem acções.

O que é legal. Aliás, em Portugal não se faz nada ilegal.

O problema é que ninguém sabia. Eu próprio me teria candidatado a esse tipo de empréstimo. Se soubesse.

Ninguém sabia é como quem diz. O Grande Berardo. Uma jóia de moço aliás. Esperto como o Sousa Cintra, lá descobriu com os amigos, também bastante necessitados, uma forma de jogar na bolsa sem aplicar o seu dinheiro.

Ou fazer avultados investimentos. Que doutra forma não poderiam fazer. Sem risco absolutamente nenhum.

Sem risco. Porque no mundo da bolsa, há muitas "fugas" de informação.

Só para alguns.

Para a CGD isto é uma situação normal.

Para o Governo isto é uma situação normal.

Para o Banco de Portugal isto é uma situação normal.

Para o cidadão comum é uma vergonha: milhões de portugueses depositam as suas poupanças na CGD, para os grandes especuladores fazerem os seus investimentos, com a maior desfaçatez. Sem tocarem nos "seus" milhões. Provavelmente guardados na Suíça.

Não poderia a CGD ter uma vocação mais social?

E não poderia o "Berardo and friends" , mais a sua colecção, mais uma série de gestores bancários, emigrarem definitivamente?

M. Pinto

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:41


1 comentário

Imagem de perfil

De maremoto a 07.01.2008 às 22:54

Meu caro senhor, lamento informar que a Caixa, que paga os anúncios do senhor Scolari, emprega o senhor Armando Vara e Celeste Cardona, tem uma função social: f...r a malta.
Vai lá tu pedir dinheiro à Caixa...vai, vai, que voltas pelo mesmo caminho.
Os senhores Berardo e Companhia são patriotas, que pedem dinheiro para comprar outro banco e depois levam o administrador( que lhes concedeu o dinheiro) com eles: chama-se a isto limpar a merda com o pelo da merda do cão.
É uma prática muito apreciada:
Antes do 25 um senhor comprou de manhã um banco com um cheque, que à tarde mandou pagar, porque já era dono do dito cujo banco.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

subscrever feeds